trailer
depoimentos
fotos
diretora
roteiro
elenco
making of
créditos
trilha
produção
prêmios
calendário
imprensa
fale conosco

diretora
lais bodanzky entrevista





video - lais bodanzky
Laís é uma paulistana típica: sua avó Eloína nasceu em Juazeiro da Bahia (BA), e a avó Rosa em Viena, Áustria. Filha do cineasta Jorge Bodanzky (diretor do clássico Iracema, Uma Transa Amazônica) Laís formou-se em cinema pela FAAP. Antes de estrear no cinema, realizou trabalhos premiados em vídeo, como Bia Bai, vencedor do Festival do Minuto de 1993 e Desliga Esse Troço!, que faturou o prêmio do programa Cine Mania TV Manchete. Seu primeiro trabalho em cinema foi o curta-metragem Cartão Vermelho, que ganhou vários prêmios no Brasil, incluindo Melhor Direção no FestRio 94 e Prêmios de Melhor Atriz e Prêmio da Crítica no Festival de Brasília de 1994. Em 1995, o filme foi selecionado para o New York Film Festival e foi exibido no Canal Plus da França e da Espanha.

Com o desejo de extrapolar o ambiente dos festivais e encontrar o grande público, Laís passou a desenvolver a partir de 1996, em parceria com Luiz Bolognesi, o projeto Cine Mambembe, que até hoje realiza exibições itinerantes de filmes brasileiros para públicos que não têm acesso às salas de cinema.

Durante as sessões do Cine Mambembe, Laís e Luiz realizaram o documentário Cine Mambembe - O Cinema Descobre o Brasil, que viajou o mundo e conquistou inúmeros prêmios: Prêmio Brasil de Melhor Documentário 2000; Margarida de Prata 1999; Prêmio Especial do Júri no Festival de Gramado 99; 2o Melhor Documentário da América Latina no Festival de Havana 99 e Melhor Filme Internacional de Vanguarda no Festival Internacional de Nova York 2000.

Em 2000, Laís dirigiu Bicho de Sete Cabeças, seu primeiro longa-metragem. O filme colecionou prêmios nos Festivais de Brasília e Recife, além de elogios da imprensa. O público que ela tanto queria encontrar com o Mambembe tem lotado as salas e se emocionando com sua obra de estréia no longa-metragem.

No ano de 2001, o filme recebeu o prêmio do Júri Jovem no 54º Festival Internacional de Cinema de Locarno, na Suíça. No Brasil, o longa ganhou o Prêmio Troféu BR - melhor diretor estreante, no 29º Festival de Gramado.

trilha sonora 1 trilha sonora 2 trilha sonora 3