trailer
depoimentos
fotos
diretora
roteiro
elenco
making of
créditos
trilha
produção
prêmios
calendário
imprensa
fale conosco

cast
atores preparação do elenco


RODRIGO SANTORO (Neto)
Estreou no cinema no Festival de Brasília (96), atuando no curta-metragem Depois do Escuro, de Dirceu Lustosa. Com Bicho de Sete Cabeças, seu primeiro longa- metragem, conquistou o Candango de Melhor Ator no Festival de Brasília (2000) e o Troféu Saruê do jornal Correio Braziliense. Participou também de Estação das Águas, último longa de Walter Salles. Na TV, fez algumas novelas como Suave Veneno, O Amor Está no Ar, Explode Coração e teve participação especial em séries como Sai de Baixo , Comédia da Vida Privada e Mulher. Também participou da minissérie Hilda Furação, contracenando com Paulo Autran. Atualmente atua na novela Estrela Guia.

OTHON BASTOS (Pai, seu Wilson)
No teatro atuou em mais de 40 peças. As peças que lhe trouxeram Prêmio de Melhor Ator foram: Na Selva das Cidades (Moliere e APCA), Um Grito Parado no Ar (APCA) e Dueto Para Um Só (APCA). Conquistou também a indicação para o Prêmio Shell com a peça O Jardim das Cerejeiras, de Tchecov, com direção de Paulo Mamede. No cinema, trabalhou com Glauber Rocha e Leon Hirzman, entre outros. Ganhou prêmios de Melhor Ator com os filmes Deus o e Diabo na Terra do Sol (Prêmio "Saci" de Cinema/ São Paulo), Os Deuses e os Mortos (Festival de Brasília), São Bernardo (Moliere, APCA e Festival de Gramado), Os Sermões (Festival de Brasília), entre outros. Na televisão, atuou em inúmeras novelas e séries especiais como Os Imigrantes, na qual ganhou mais um Prêmio APCA de Melhor Ator.

CÁSSIA KISS (Mãe, Meire)
Cássia Kiss trabalhou em novelas como Roque Santeiro, Pantanal, Vale Tudo e Fera Ferida. Começou a fazer teatro aos 15 anos, trabalhou com Fernanda Montenegro e foi dirigida por Ulisses Cruz, Silnei Siqueira, José Posse Neto, Augusto Boal, entre outros. No cinema atuou em Memórias do Cárcere, de Nelson Pereira dos Santos, Ele, o Boto, de Walter Lima Jr., A Grande Arte, de Walter Salles, entre outros. Atualmente participa da novela Porto dos Milagres e trabalha na peça Últimas Luas, de Furio Bordon, com direção de Jorge Takla.

CACO CIOCLER (interno Rogério)
Atualmente trabalha na novela Um Anjo Caiu do Céu. Fez a minissérie A Muralha e ganhou prêmio APC como Ator Revelação em 1995 pela atuação em Rei do Gado. Com a peça Rei Lear, ganhou prêmio Qualidade Brasil (2000) como Melhor Ator. No cinema, todos seus trabalhos estão para estrear: além de Bicho de Sete Cabeças, Minha Vida em Suas Mãos, O Xangô de Baker Street, Lara e Avassaladoras, este último em fase de filmagem.

JAIRO MATTOS (enfermeiro Ivan)
Na TV, trabalhou em inúmeras novelas como Barriga de Aluguel, O Dono do Mundo e Rei do Gado. No teatro, participou da peça Budro, de Bosco Brasil com direção de Emílio di Biase, na qual foi indicado para o Prêmio Moliere de Melhor Ator. Fez também Esperando Godot, Barrela e À Queima Roupa. No cinema, participou de vários filmes, entre eles, Louco Por Cinema, de André Luis Oliveira, O Viajante, de Paulo César Saraceni e Tainá - Uma aventura no país das Amazonas, de Tânia Lamarca. Atualmente está dirigindo espetáculos de rua e peças de teatro como Coconings e Getsemani, ambas de Mário Bortolotto.

VALÉRIA ALENCAR (Leninha)
Tem experiência com TV, teatro e cinema. Na TV, participou de novelas e minisséries, entre elas, Riacho Doce, Ana Raio e Zé Trovão, As Pupilas do Sr. Reitor e Vidas Cruzadas. No teatro, fez As Polacas, dirigida por Iacov Hillec e O Ovo do Cramulhão, com texto de Benedito Rui Barbosa e dirigida por Ednaldo Freire. No cinema, além de Bicho de Sete Cabeças, participou do filme italiano Missione D'Amore, dirigido por Dino Risi.

GERO CAMILO (interno Ceará)
Ganhou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no Festival de Brasília por sua atuação em Bicho de Sete Cabeças. Ator formado pela EAD (Escola de Arte Dramática) da USP, participou das peças Cândida Erêndida e Sua Avó Desalmada, ambas de José Rubens Siqueira. Apresentou, no ano passado, A Procissão, monólogo de sua autoria. No cinema, trabalhou em Cronicamente Inviável, Domésticas e em Estação das Águas, último filme de Walter Salles.

MARCOS CESANA (interno Bil)
Jornalista e colaborador das revistas Cult e Sinopse. Atuou em peças de teatro e em inúmeros comerciais para TV. Escreveu duas peças de teatro chamadas Desamparo e José.

ALTAIR LIMA (Dr. Cintra)
Em 1969, produziu e atuou no musical Hair. Protagonizou a novela A Viagem (1976). Em Chica da Silva, de Walter Avancine, foi indicado para prêmio de Melhor Ator. Atualmente, está atuando no teatro e na novela Roda da Vida, da Rede Record.

LINEU DIAS (interno Jornalista)
Desde 1963 faz teatro em São Paulo. Em 1964, foi premiado por Andorra, Teatro Oficina. Em 95, recebeu o prêmio Sharp por Minh'Alma, Alma Minha. No cinema, atuou em Asa Branca e Bocage, ambos dirigidos por Djalma Limonge Batista.

LUIS MIRANDA (enfermeiro Marcelo)
Mais de dez peças no currículo. Destaque para Sete Gatinhos, de Nelson Rodrigues com direção de Vadin Nikitim e Apocalipse I.II, de Fernando Bonassi com direção de Antônio Araújo. Por esta peça, Luis está indicado ao prêmio Shell (2000) de Melhor Ator. No cinema, além de Bicho de Sete Cabeças, trabalhou no filme Domésticas, de Fernando Meirelles.

trilha sonora 1 trilha sonora 2 trilha sonora 3