trailer
depoimentos
fotos
diretora
roteiro
elenco
making of
créditos
trilha
produção
prêmios
calendário
imprensa
fale conosco

roteiro
sinopse roteirista sequência
canto dos malditos


Canto dos Malditos

O LIVRO QUE INSPIROU O FILME

O filme Bicho de Sete Cabeças é inspirado no livro Canto dos Malditos, escrito no final dos anos 70 pelo curitibano Austregésilo Carrano Bueno. O livro é um relato autobiográfico no qual Carrano conta a sua tragédia pessoal depois que o pai o internou em um hospital psiquiátrico ao descobrir que ele fumava maconha. A obra de Carrano é uma crônica visceral que denuncia com extrema lucidez, apesar de todo sofrimento, a monstruosidade do sistema psiquiátrico brasileiro e a hipocrisia da sociedade brasileira diante das drogas. O livro foi recomendado para a primeira edição pelo escritor curitibano Paulo Leminsky.

O filme adapta a história para os nossos dias porque a realidade pouco mudou nesses 20 anos. Ainda hoje, é extremamente comum o caso de famílias que internam seus filhos em hospitais psiquiátricos por uso de drogas. A pesquisa coordenada pela diretora Laís Bodanzky ainda se deparou com casos de mulheres internadas porque traíram o marido e um número descomunal de internações por alcoolismo (o Ministério da Saúde informa que o alcoolismo responde por cerca de 12% das internações).

Atualmente, o escritor Austregésilo Carrano é um militante do movimento antimanicomial. Além de Canto dos Malditos, Carrano escreveu Textos Teatro, uma compilação de seis peças, e, atualmente trabalha no romance Filhas da Noite, que aborda o universo do tráfico de drogas, do homossexualismo, da prostituição e das delegacias de polícia.

Na elaboração do roteiro, o roteirista Luiz Bolognesi ficcionou situações e personagens. Outro livro que inspirou fortemente o filme foi Carta ao Pai, do escritor Fanz Kafka.

trilha sonora 1 trilha sonora 2 trilha sonora 3